Equipe brasileira

Maria Isabel de Jesus Chrysostomo

Foto - IsabelBacharel e licenciada em Geografia (UERJ/UFRJ), mestre e doutora em Planejamento Urbano (IPPUR/UFRJ), pós-doutora pela École des Hautes Études en Sciences Sociales (EHESS). Professora do Departamento de Geografia da Universidade Federal de Viçosa (UFV) e coordenadora do Laboratório Geografia Histórica das Cidades e Territórios (GEHOCITE/UFV). Suas linhas de pesquisa são: Migração estrangeira e política territorial; Formação das Periferias Urbanas em cidades de pequeno e médio porte na Zona da Mata Mineira; Geografia Histórica das cidades. Coordena os seguintes projetos de pesquisa: « O imigrante em disputa: o lugar e o território do estrangeiro nos conflitos regionais entre Minas Gerais e Rio de Janeiro nos anos 1870-1930 »; « Quando a periferia é a cidade: notas sobre o crescimento da nova pobreza urbana na microrregião de Viçosa (1970-2015) ». Entre suas publicações, destacam-se: « Os rios e pântanos nas primeiras representações cartográficas da vila Campos dos Goitacazes: imaginação geográfica e disputas de poder (final do século XVIII até começos do XIX) ». Confins, v. 31, p. 20-45, 2017; « Política Territorial nos Sertões dos Índios, século XIX ». Mercator, v. 15, p. 55-71, 2016 (co-autoria de Higor Mozart); « Estratégias Imobiliárias e a construção do ‘mito’ do pai dos pobres na produção dos bairros periféricos de Amoras e Nova Viçosa (1970-1990) ». RA’E GA: o Espaço Geográfico em Análise, v. 33, p. 248-276, 2015 (co-autoria de Dayana Debossan Coelho); « Do depósito à hospedaria de imigrantes: gênese de um ‘território da espera’ no caminho da emigração para o Brasil ». História, Ciências, Saúde-Manguinhos, v. 17, p. 1-23, 2014 (co-autoria de Laurent Vidal). E-mail: isachrysostomo@ufv.br


Lohanne Fernanda Gonçalves Ferreira

Foto BR - LohanneBacharel em Turismo pela Universidade Federal Fluminense (UFF) e mestre em Geografia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Atualmente é doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (PPGG/UFRJ) e membro dos grupos de pesquisa Território e Cidadania (UFRJ) e Geografia, Imagem e Educação (UERJ). Participa do projeto de pesquisa « Cartografia, Arte e Geopolítica: Fronteiras e mapas nas obras de artistas sul-americanos » (UERJ). Publicou os seguintes artigos: « Geografia e arte: uma análise da produção da representação da favela nas obras de Cândido Portinari ». Terr@ Plural, v.11, n. 2, p. 304-326, 2017; « Paisagem Guiada: representação imagética das favelas cariocas nos guias visuais do turismo ». Cadernos de Geografia, v.35, p. 93-102, 2016. (co-autoria de Karla Estelita Godoy); « Ensino de Geografia e Cinema: perspectivas teóricas, metodológicas e temáticas ». Revista Brasileira de Educação em Geografia, v.6, p. 209, 2016. (co-autoria de Karina Fioravante) E-mail:  lohannefernanda@gmail.com.


Josefa Varela Guerra

Foto BR - JosefaBacharel em Geografia (USP) e Oceanologia (FURG); mestre em Geografia (UFRJ); e doutora em Oceanografia (University of Washington). Atualmente é professora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Dirige o grupo de pesquisa Geomargem. Suas linhas de pesquisa são: Dinâmica Sedimentar de Ambientes Costeiros; Dinâmica sedimentar e processos deposicionais; Ciclicidade e arquitetura dos sistemas sedimentares marinhos. Coordena os seguintes projetos de pesquisa: Variabilidade temporal de setores do litoral fluminense; Estudo da variação temporal e da origem dos materiais transportados nos canais de maré de Barra de Guaratiba (RJ); Dinâmica sedimentar nos acessos portuários: uma abordagem sistêmica e multidisciplinar. Entre suas publicações, destaca-se: Azevedo, I. F.; Carvalho, B. C.; Guerra, J.V. « Utilização de imagens de satélite LANDSAT para análise da variabilidade morfológica de pontais arenosos na planície costeira de Caravelas (NE do Brasil) ». Revista Brasileira de Geomorfologia, v. 17, p. 695-709, 2016. E-mail: josie.guerra@gmail.com.


Flavia Moraes Lins-de-Barros

Foto BR - FlaviaBacharel, mestre e doutora em Geografia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Desde 2014 é professora do Departamento de Geografia da UFRJ, onde é coordenadora do Laboratório de Geografia Marinha e líder do Grupo de Pesquisa Geografia Marinha e Gestão Costeira Integrada. Desenvolve pesquisas sobre dinâmica geomorfológicas de praias arenosas, vulnerabilidade e gestão costeira integrada. Tem especial interesse na área de geomorfologia costeira, em particular nas pesquisas sobre morfodinâmica praial, erosão costeira e balanço sedimentar; gestão costeira integrada e análises de vulnerabilidade socioambiental e conflitos. Entre suas publicações destacam-se: “How Much Is a Beach Worth: Economic Use and Vulnerability to Coastal Erosion: The Case of Ipanema and Arpoador Beaches, Rio de Janeiro (Brazil)” (co-autoria de Leticia Parente Ribeiro). In: Leal Filho W., Esteves de Freitas L. (eds) Climate Change Adaptation in Latin America. Climate Change Management. Springer, Cham, 2018; “Integrated coastal vulnerability assessment: A methodology for coastal cities management integrating socioeconomic, physical and environmental dimensions – Case study of Região dos Lagos, Rio de Janeiro, Brazil”. Ocean and Coastal Management, 149, p.1-11, 2017; “The beaches of Rio de Janeiro” (co-autoria de Dieter Muehe). In: Short, A. & Klein, A. (Eds.) Beach Systems of Brazil. Springer, p. 363-396, 2016; “Adaptações e percepção da população a eventos de ressaca do mar no litoral de Maricá, Rio de Janeiro, Brasil”. J. Integr. Coast. Zone Manag./Rev. Gest. Costeira Integr. 16 (2), p.147-161, 2016 (co-autoria de Felipe Zeidan e Rafael de França Lima); “The smartline approach to coastal vulnerability and social risk assessment applied to a segment of the east coast of Rio de Janeiro State, Brazil”. J. Coast. Conserv. 17, 3-15, 2013 (co-autoria de Dieter Muehe). E-mail: flaviamlb@gmail.com.


Ana Brasil Machado

Foto BR - AnaBacharel e licenciada em Geografia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Mestre em Geografia e doutoranda em Geografia pela mesma universidade. Desde de 2016 é professora agregada do Departamento de Geografia e Meio Ambiente da Pontifícia Universidade Católica (PUC-Rio). É pesquisadora do grupo Território e Cidadania (Departamento de Geografia/UFRJ). Seus temas de interesse são: limites urbanos, natureza e cidade e espaços públicos. Suas principais publicações são: « O Muro é a Notícia: o Discurso da Ordem e o Ecolimite do Santa Marta ». Espaço Aberto (UFRJ), v. 1, p. 157-166, 2011; « Ecolimites e gestão das descontinuidades internas da cidade do Rio de Janeiro ». In: XV Enapur, 2013, Recife PE. Anais do XV Enanpur, 2013, e Os ecolimites no Rio de Janeiro: política e gestão de interfaces urbanas. Rio de Janeiro: Novas Edições Acadêmicas, 2017. E-mail: anabrgeo@gmail.com.


Leticia Parente Ribeiro

Foto BR - LeticiaBacharel e mestre em Geografia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Desde 2006 é professora do Departamento de Geografia da UFRJ. É vice-coordenadora do Grupo de pesquisas “Território e Cidadania” (UFRJ) e pesquisadora associada do Grupo Retis de Pesquisa, do Laboratório de Geo-Hidroecologia (GEOHECO) e do Grupo de Pesquisa em Geografia Marinha e Gestão Costeira Integrada (UFRJ). Entre seus temas de pesquisa estão: espaços públicos e sociabilidade, geografia dos riscos ambientais e metodologias para a pesquisa geográfica. Publicou, entre outras: “How Much Is a Beach Worth: Economic Use and Vulnerability to Coastal Erosion: The Case of Ipanema and Arpoador Beaches, Rio de Janeiro (Brazil)” (co-autoria de Flavia Moraes Lins de Barros), In: Leal Filho W., Esteves de Freitas L. (eds) Climate Change Adaptation in Latin America. Climate Change Management. Springer, Cham, 2018; “Espaços públicos e mobilidade urbana: uma análise comparada dos arranjos normativos de Bogotá (Colômbia) e do Rio de Janeiro (Brasil)” (Cuadernos de Geografía: Revista Colombiana de Geografía, 2016) (co-autoria de Ana Marcela Ardila); “A apresentação da espera nos espaços públicos: modos de ocupar, formas de olhar” (Nuevo Mundo Mundos Nuevos, 2016); “L’attente comme ressource: les vendeurs ambulants de Rio de Janeiro et de Tijuana” (Presses Universitaires de Rennes, 2015) (co-autoria de Alain Musset); “A produção de imagens para a pesquisa em geografia” (Revista Espaço e Cultura, 2013) (co-autoria de Paulo Cesar da Costa Gomes). E-mail: leticiapr@ufrj.br.

Rafael Winter Ribeiro

Foto - RafaelBacharel, mestre e doutor em Geografia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e estágio doutoral na Université de Pau et des Pays de l’Adour, França. Professor do Departamento de Geografia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Atualmente é vice-coordenador do Programa de Pós-Graduação em Geografia (UFRJ) e professor no Mestrado Profissional em Preservação do Patrimônio Cultural do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). Editor da Revista Espaço Aberto e membro do ICOMOS, atuou em diferentes projetos na área de preservação do patrimônio e da paisagem, entre os quais a preparação do dossiê de inscrição do Rio de Janeiro na Lista de Patrimônio Mundial da UNESCO (2009-2012) e seu Plano de Gestão (2012-2014). É um dos coordenadores do Grupo de Estudos e Pesquisas em Política e Território (Geoppol, UFRJ). Suas linhas de pesquisa são: Política da Paisagem e Política do Patrimônio Cultural. Coordena o projeto de pesquisa “Direito à paisagem e prática da cidadania no Rio de Janeiro e Recife: política urbana, democracia e formação de espaços políticos em metrópoles brasileiras” (CNPq). Entre suas publicações, destacam-se: Paisagem Cultural e Patrimônio (IPHAN, 2007), Rio de Janeiro, paisagens entre a Montanha e o Mar / Rio de Janeiro, landscapes between the mountain and the sea (UNESCO, 2016). Organizou também a coletânea intitulada Espaços da Democracia (Bertrand Brasil, 2013). E-mail: rafaelwinter2002@yahoo.com.br.


Marcelo Antonio Sotratti

Foto BR - MarceloEngenheiro Agrônomo, doutor e mestre em Geografia pela UNICAMP/SP, leciona e desenvolve pesquisas na área de Planejamento, Patrimônio Cultural e Turismo. Atualmente é Professor Adjunto do Curso de Turismo da UERJ – Universidade do Estado do Rio de Janeiro e docente do corpo permanente do Programa de Mestrado Profissional em Preservação do Patrimônio Cultural (PEP/IPHAN). Também é Coordenador de Extensão do Instituto de Geografia (IGEOG/UERJ), sistematizando, divulgando e assessorando os Projetos de Extensão do Instituto. Em 2008 e 2009 atuou na EMBRATUR/UNESCO no desenvolvimento de Projeto de Promoção e Marketing Turístico do segmento Turismo Cultural. Coordena, dentro da linha de pesquisa « Turismo, território e patrimônio cultural », os seguintes projetos: Gestão e conservação do patrimônio cultural no estado do Rio de Janeiro: A importância dos usos nas transformações físicas e simbólicas dos bens culturais materiais em Paraty – RJ, financiado pela FAPERJ e o Projeto culTURa – turismo e vivências, projeto de turismo de experiência com patrimônio imaterial e planejamento participativo na cidade do Rio de Janeiro. Entre suas publicações, destacam-se: Sotratti, M. A. (Org); Paes, M. T .D. (Org.). Geografia, Turismo e Patrimônio Cultural: Identidades, usos e ideologias. 1. ed. São Paulo: Annablume & Imprensa da Universidade de Coimbra (PT), 2017. v. 1. 211p; Sotratti, M. A. (Org); Marafon, G. J. (Org.); Faccioli, M. (Org.). Turismo e Território no Brasil e na Itália. 1. ed. Rio de Janeiro: EdUerj, 2014. v. 1. 300p.; Sotratti, M. A (Org) et al. Geografia Agrária – Volume 01 e 02. 1a ed. Rio de Janeiro: Fundação CECIERJ, 2015. v. 01. 206p.; Sotratti, M. A. A ideologia espacial na patrimonialização e gestão de bens culturais em áreas gentrificadas. Boletim Campineiro de Geografia, v. 6, p. 303-323, 2016. Sotratti, M. A. O turismo como estratégia de desenvolvimento socioespacial: conexões e desconexões de áreas turistificadas com as dinâmicas socioespaciais das cidades. Caderno Virtual de Turismo (UFRJ), v. 14, p. 39-51, 2014. E-mail: marcelo.sotratti@gmail.com.